“Baixo Mondego é um bom exemplo agrícola para o país”

Posted by

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

O Baixo Mondego vive um momento bastante positivo em termos agrícolas. Para além de dispor de um projeto hidroagrícola, dedicado às culturas arvenses (milho, trigo, centeio e girassol, entre outras) e arroz, a região pode orgulhar-se de dispor de alguns dos melhores horticultores do país.

Para o diretor regional adjunto de Agricultura e Pescas do Centro, José Paulo Dias, a sua juventude permite olhar com alguma confiança no seu futuro agrícola. “Posso, com alguma propriedade, dizer que o Baixo Mondego é um exemplo para o país”, afirmou.

As declarações foram proferidas no arranque do “Dia Aberto” promovido pela DRAPC e que teve como objetivo “transferir conhecimento para o setor produtivo”.

A iniciativa decorreu no centro experimental do Baixo Mondego – unidade do Loreto – e que está dedicada às culturas hortícolas e culturas arvenses “com modos de produção mais amigos do ambiente”. “Queremos divulgar as formas de produção que são menos prejudiciais para o consumo”, afirmou José Paulo Dias.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.