Ópera nas ruínas de Conímbriga

Posted by

A Associação Ritornelo está de regresso às ruínas romanas de Conímbriga, em Condeixa-a-Nova, onde apresentará este domingo, 10 de junho – Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas –, pelas 19H00, nas Termas do Sul, a ópera “Bastien e Bastienne”, obra do compositor Wolfgang Amadeus Mozart.

Com encenação de Mário João Alves, “Bastien e Bastienne” tem direção musical de António Ramos e produção de Jorge Silva. A música vai ser interpretada pela Camerata Joanina e, em palco, interpretam Gabriel Neves (Bastien), Tânia Ralha (Bastienne) e Nuno Mendes (Mago Colas).

Reservas de bilhetes através dos seguintes contactos: 915 485 256, ritornelo.ac@gmail.com.

Ópera cómica escrita em 1768, quando Mozart tinha apenas 12 anos, “Bastien e Bastienne” é uma das primeiras óperas do compositor. Tata-se de uma sátira ao género “pastoral”. É também uma “paródia” da ópera “Le devin du village”, de Jean-Jacques Rousseau. E fala, como as óperas frequentemente falam, “sobre amor, traição, um pouco de intriga e um final feliz”. Bastienne suspira pelo seu amado Bastien que partiu para a cidade. Enquanto Bastienne pasta o seu gado, Bastien é seduzido pelo brilho e glamour da cidade e de uma donzela abastada… Ao encanto da ópera, junta-se nesta obra a possibilidade de apreciar o precoce talento de Mozart.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.