Comando de Coimbra concluiu mas não apresentou Plano de Operações Contra os Incêndios

Posted by

Foto DB-Luís Carregã

Na sequência de uma informação de ontem de manhã, que denunciava haver apenas um distrito (Leiria), com o Plano de Operações Distrital de Combate aos Incêndios Rurais apresentado publicamente, o comandante do CODIS de Coimbra, Carlos Luís Tavares, responde que o PLANOP do território que superintende tem data de 10 de maio de 2018 e “já foi distribuído, sendo do conhecimento dos diferentes agentes da Proteção Civil”. Não foi, todavia, apresentado publicamente, porque não é obrigatório, considera o responsável.
Aliás, o DIÁRIO AS BEIRAS confirmou a existência do documento já concluído, onde constam as áreas da vigilância, identificação das situações de execução, instruções de coordenação, gestão de informação e comunicações.
A documentação confirma a existência de um helicóptero adstrito ao aeródromo da Lousã. Quanto a efetivos, nas cinco áreas de ação no distrito, regista-se a mobilização de 10 equipas de Intervenção Permanente no distrito de Coimbra, mais uma (ou seja, mais cinco operacionais), do que em 2017. Ao mesmo tempo, a partir de agora estão no terreno oito equipas de Combate a Incêndios (ECIN), – mais quatro do que no ano passado –, bem como 12 (também mais 4 do que em 1917) equipas de Logística de Apoio ao Combate. Em alerta máximo são 52 bombeiros e 14 viaturas.
A diretiva que define, a nível nacional, o Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Rurais indica que os planos operacionais distritais deveriam ser publicamente apresentados até anteontem, com a realização, “em cada distrito, de uma sessão pública do plano operacional distrital”, da responsabilidade do respetivo comandante, e “nestas sessões serão convidadas todas as entidades que concorrem para a defesa da floresta contra incêndios e os órgãos de comunicação social”. Mesmo assim, só aconteceu em Leiria, não havendo uma data anunciada na maioria dos outros distritos.
Em Leiria, a apresentação oficial do dispositivo previsto decorreu no passado dia 11, tendo o comandante distrital, Carlos Guerra, anunciado que haverá videovigilância, mais elementos e mais um meio aéreo.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.