Sócrates diz que há falta de ambição para desenvolver o país

Posted by

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

José Sócrates considera que o abandono do projeto da ligação de alta velocidade ferroviária (TGV) a Espanha e à Europa é uma “ideia reacionária” e revela “resignação e falta de ambição”. A afirmação do ex-primeiro ministro foi feita durante a conferência “O projeto europeu depois da crise económica”, proferida ontem na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC).

“A ideia de que o país não tem aqui um trabalho a fazer para se ligar à rede de alta velocidade europeia, a ideia que a rede de alta velocidade em bitola europeia vai parar em Badajoz, com o país propositadamente atrasado e por uma decisão política que nos condena ao atraso, é das ideias mais reacionárias que eu tenho visto a desenvolver no nosso país”, afirmou Sócrates. “É a ideia de resignação, do sim devemos aceitar tudo isto e não devemos escolher ninguém que tenha um pouco mais de visão para a modernização e para o crescimento económico português”, criticou.

Informação completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*