Novo deslizamento de terras volta a interromper a circulação na Linha da Beira Alta

Posted by

A circulação na Linha da Beira Alta voltou a ser cortada às 08H00 de hoje devido a um novo deslizamento de terras junto ao túnel do Coval, Santa Comba Dão, onde no domingo um comboio de passageiros descarrilou, sem vítimas.

Fonte da Infraestruturas de Portugal (IP) disse que na altura do novo deslizamento não estava nenhum comboio a passar.

A CP referiu, por sua vez, que já está a ser acionado o transbordo dos passageiros.

A circulação na linha da Beira Alta tinha sido retomada entre as 02H00 e as 02H30 de hoje, depois de ter estado interrompida desde a manhã de domingo por causa de um descarrilamento no concelho de Santa Comba Dão, Viseu.

Desde as 08H40 de domingo que a circulação de comboios na linha da Beira Alta esteve cortada junto ao túnel de Coval, em Santa Comba Dão, devido ao descarrilamento de um intercidades que ligava a Guarda a Lisboa.

Na sequência do acidente, que não provocou feridos, a CP teve de assegurar o transbordo rodoviário dos passageiros entre Santa Comba Dão e Mortágua.

Em declarações à Lusa no domingo, o presidente da Câmara de Mortágua, Júlio Norte, disse que foi um deslizamento de terras, devido à chuva dos últimos dias, que causou o descarrilamento do comboio.

“O acidente não teve a ver com as obras” em curso nalguns troços da Linha da Beira Alta, acrescentou, frisando que, na sequência dos incêndios de 15 outubro de 2017, os taludes da linha e as encostas na zona estão desprovidos de vegetação, o que “tende a provocar deslizamentos” que arrastam terra, pedras e troncos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.