Opinião: Homenagem aos que lutam pela Gastronomia em Coimbra

Posted by

1. Turismo e Gastronomia, um “casamento perfeito”
Ao longo de sete crónicas procurámos analisar a gastronomia de Coimbra ontem e hoje e daí apontar algumas sugestões para o futuro.
Escrevi sob o ponto de vista do utilizador, do viajante e turista pelo Mundo, do gestor de marketing e acima de tudo do amante de Coimbra que me viu nascer e a quem sou eternamente grato. Porquê este debruçar alongado sobre tema tão específico?
Em 1º lugar porque Coimbra desde 2013 está a assumir uma grande transformação em termos turísticos que começam a dinamizar positivamente a vida económica da cidade (que tanto estava a precisar dum impulso). Os números ultimamente publicados pelos Órgãos de informação não enganam! Em 4 anos ( 2013-2016 ), só tendo em conta os estabelecimentos de alojamento turístico: O número anual de dormidas subiu de 402.000 para 526.000/ o numero de hospedes de 260.000 para 378.000/ os proveitos de 15,2 milhões para 22,8 milhões de euros!
Em 2º lugar porque se sabe e sente, que existe um enorme potencial por explorar, uma grande margem de progressão para ir ainda mais além. Um tremendo desafio a empresários e empresas, estejam onde estiverem) à procura de oportunidades reais de negócios aliciantes e remuneradores.
Em 3º lugar, e finalmente, porque existe um “casamento perfeito” entre Turismo e Gastronomia de qualidade (a Coimbra, cidade universitária de conhecimento e cultura, só a qualidade interessa, estamos acima de tudo a falar de Turismo cultural, que está no seu ADN ). O Turismo de qualidade apela a uma gastronomia de qualidade, uma gastronomia de qualidade é forte incentivo a mais Turismo e turistas de qualidade.

2. Agora preciso passar do “bom” ao “excelente”
Nos últimos quatro anos a gastronomia em Coimbra deu um passo enorme, na quantidade de bons restaurantes, na qualidade e na diversidade de ementas. Hoje em Coimbra, há muito por onde escolher. Agora falta passar à fase seguinte, do “bom” actual ao “excelente” do futuro!
Todos sabemos que o conceito de gastronomia, como fonte de proveitos atractivos, está a evoluir inexoravelmente, com cenários para além do que se come, transformando a gastronomia numa experiência sensorial de aventura, ousadia e prazer.
Há todo um Mundo fascinante a percorrer, com obstáculos e dificuldades evidentes, mas quem souber aproveitar as oportunidades e arriscar terá sucesso garantido com certeza. Coimbra tem neste momento o principal factor do seu lado, um numero crescente de turistas a querer descobrir, comer e dormir em Coimbra.

3. Homenagem e estímulo aos actores principais
Por isso eu quero prestar a minha homenagem aos actores principais, aqueles que muito têm lutado pela recuperação e modernização da Gastronomia de Coimbra e da sua Região. Aos empresários de restauração e hotelaria, pela sua capacidade de risco, empreeendedorismo e inovação. À ESHTC pela competência que tem demonstrado na preparação de profissionais qualificados. À APBC pela promoção de numerosos eventos gastronómicos, concorrendo para a dinamização da actividade económica da Baixa da cidade.
E quero dar-lhes, ao mesmo tempo, uma palavra de estímulo face aos grandes desafios que têm pela frente. Acredito que dentro de mais quatro anos de trabalho e criatividade, Coimbra poderá atingir um patamar de referência na gastronomia nacional. Sei por amizade forjada ao longo de muitos anos, conhecimento e experiência própria, daquilo que são capazes. Boa sorte, amigos, Coimbra bem precisa do V empenho!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*