IKEA pode trocar Coimbra pela Figueira da Foz

Posted by

A multinacional sueca IKEA poderá estar interessada em instalar-se na Figueira da Foz.

O grupo estará em negociações com o centro comercial E.Leclerc, tendo em vista a sua aquisição. No entanto, fonte próxima da gerência da empresa de origem francesa ressalvou ao DIÁRIO AS BEIRAS que, nos últimos anos, foram várias as vezes em que se especulou sobre a venda daquele espaço, que, afiançou, “nunca esteve à venda”.

Durante o dia de ontem, fonte da Câmara da Figueira da Foz afirmou ao DIÁRIO AS BEIRAS que responsáveis do executivo municipal reuniram-se, pelo menos duas vezes, em 2017, com representantes da cadeia internacional de mobiliário, no sentido de apresentar “propostas concretas” aos suecos para a instalação de uma loja no concelho.

Concretamente, foram indicados terrenos do município nas futuras zonas industriais do Pincho (norte do concelho) e Vale de Murta (margem direita da foz do Mondego), com acesso às autoestradas que atravessam o território figueirense.

A fonte da autarquia revelou, ainda, que também foi fornecido o contacto da gerência do E.Leclerc. Esta opção terá despertado mais interesse por parte dos representantes da IKEA.

Toda a informação na edição impressa de hoje, 14 de fevereiro, do DIÁRIO AS BEIRAS

5 Comments

  1. Henrique Costa says:

    Os que dizem que Coimbra parou no tempo masque continuam a votar em presidentes que boicotam todos os investimentos, que se calem! De vez!!!

  2. anonimodasilva says:

    Aposto que é "Bluff"! Deve ser estratégia para ficarem mais fortes durante as negociações com a Câmara de Coimbra.

  3. Uma empresa compra um terreno para construir a sua terceira loja e empregar 400 pessoas. Os anos vão passando e surgem novas lojas a sul e a norte. Não será isto muito estranho,??? não haverá aqui responsabilidade municipal com grave prejuizo para a cidade e o concelho de Coimbra???

  4. Isso é que era!

  5. Zé da Gândara says:

    Venha lá o I-Quê-Á mesmo que venha para as instalações do E. Leclerc… Já agora… O E. Leclerc em Portugal não é propriamente Francês… É que as lojas até são uma franquia… E pela Figueira como por todo o país, o E. Leclerc é uma nulidade em termos de quota de mercado… Não se compreende como é que ainda se mantém aberto…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*