Turismo precisa de mais profissionais qualificados

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O turismo é um dos setores que mais têm ajudado a repor os níveis de emprego anteriores à crise, mas é também uma das áreas que gera muitos postos de trabalho temporários, pouco qualificados e mal pagos.

Os dados do estudo sobre a qualidade do emprego do Observatório sobre Crises e Alternativas do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra foram ontem lembrados por Ana Paula Pais, diretora da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra (EHTC), para alertar para a importância da formação ao longo da vida.

Um fator, aliás, que não passa despercebido aos profissionais da área. De acordo com a responsável, a escola tem recebido cada vez mais pedidos de profissionais qualificados para receberem formação.

Além de formar profissionais qualificados, a EHTC quer preparar os jovens “para aquilo que são as atividades conexas às atividades tradicionais do turismo”. E, para tal, é necessário que os alunos sejam cada vez mais empreendedores. Não foi por acaso que o Turismo de Portugal criou, recentemente, o Tourism Creative Factory, um programa de aceleração de startups, dirigido a alunos e ex-alunos das Escolas de Hotelaria e Turismo.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.