Norberto Canha opera 20 doentes na Guiné

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O conhecido médico e professor catedrático Norberto Canha está hoje de partida para a Guiné Bissau onde vai operar 20 doentes com elefantíase ou filariose linfático, no âmbito da “Missão Catimbó”, uma iniciativa solidária que ajudou a criar. A acompanhá-lo está o cirurgião plástico Celso Cruzeiro.

Esta viagem tem sido preparada há mais de um ano por uma equipa liderada por Norberto Canha, Carlos Lobo, da Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) Água Triangular, e Miguel Silva, da Associação Union Fraternelle Portugal (AUFP).

“Tem sido um processo demorado, até porque nem tinham hospital”, contou ao DIÁRIO AS BEIRAS Norberto Canha, salientando “a colaboração prestada pelo doutor Carlos Lobo, verdadeiro coordenador da Missão Catimbó, que foi muito devida aos seus conhecimentos locais”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*