Ministro adjunto disse hoje que a Google em Portugal é uma decisão meramente empresarial

Posted by

O ministro Adjunto, Pedro Siza Vieira, reafirmou hoje, em Coimbra, que a decisão da Google de instalar um centro de serviços (hub tecnológico) em Oeiras, distrito de Lisboa, foi uma decisão empresarial, “sem qualquer espécie de intervenção do Governo”.

“É uma decisão empresarial que a Google tomou sem qualquer espécie de intervenção do Governo”, frisou Pedro Siza Vieira, quando questionado pela sobre as críticas que o líder do PSD, Rui Rio, teceu no Expresso quanto à escolha da região de Lisboa para a instalação do centro de serviços da tecnológica americana.

No semanário Expresso de hoje, Rui Rio considera que se perdeu uma oportunidade para o Governo ser coerente com o discurso da descentralização e da desconcentração de serviços.

Pedro Siza Vieira – que falava no final da sua intervenção no Encontro Nacional da Associação de Administradores Judiciais, a decorrer no Instituto de Contabilidade e Administração de Coimbra (ISCAC) – sublinha que “não há apoios públicos envolvidos na instalação da Google em Portugal”.

O ministro Adjunto vincou que as empresas não tomam essas decisões “sempre necessariamente no mesmo sentido”, sublinhando que, “muito recentemente”, houve “decisões de instalação de empresas internacionais noutras regiões do país, inclusivamente no Porto”.

“Temos tido muito boas novidades, nos últimos tempos, a propósito de instalação de empresas estrangeiras em vários pontos do país e o Governo tem estado a trabalhar no sentido de os sistemas de incentivos públicos poderem estimular a instalação de empresas, designadamente em territórios do interior”, concluiu.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.