António Sousa Ribeiro vence Grande Prémio de Tradução Literária por obra de Karl Krauss

Posted by

O investigador António Sousa Ribeiro venceu o Grande Prémio de Tradução Literária APT/SPA 2017, pela tradução integral da peça dramática “Os Últimos Dias da Humanidade”, de Karl Kraus, publicada em 2016, pela Húmus Editora, foi hoje divulgado.

Instituído pela Associação Portuguesa de Tradutores (APT), com o patrocínio da Sociedade Portuguesa de Autores, o Grande Prémio tem um valor monetário de 2.500 euros, e foi este ano atribuído a António Sousa Ribeiro, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC) e investigador do Centro de Estudos Sociais (CES).

De acordo com a APT, foram ainda distinguidos, com menções honrosas, Maria do Carmo Figueira, pela tradução de “A Vegetariana”, de Han Kang, das Publicações D. Quixote, e Carlos Leite, por “Morrer Sozinho em Berlim”, de Hans Fallada, da Relógio D’Água.

O vencedor do Grande Prémio, António Sousa Ribeiro, tem-se dedicado à tradução literária incidindo especialmente na língua alemã, designadamente de obras de Karl Kraus, Bertolt Brecht e Franz Kafka.

“Os Últimos Dias da Humanidade”, que nesta edição portuguesa tem cerca de 900 páginas, constitui um dos textos fundamentais da literatura austríaca e europeia do século XX.

Publicada em 1919 e, na versão definitiva, em 1922, apresenta, numa perspetiva satírica e a partir de uma feroz crítica anti-belicista, o panorama multifacetado de uma sociedade em desagregação, que sobrevive no paroxismo de uma cultura da violência.

A tradução de António Sousa Ribeiro esteve na base da encenação de Nuno Carinhas e Nuno M. Cardoso, estreada pelo Teatro Nacional São João, no Porto, em 27 de outubro de 2016, e representada este ano, em Lisboa, no Teatro Nacional D. Maria II.

António Sousa Ribeiro assinara igualmente a tradução da primeira edição portuguesa desta obra do dramaturgo austríaco, publicada pela Antígona, que reunia uma seleção de 115 cenas das 209 que constituem o texto original.

Além da investigação e da tradução literária, António Sousa Ribeiro dedica-se ao ensino, sendo professor catedrático do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (Estudos Germanísticos) da FLUC, e é cocoordenador dos programas de doutoramento em “Discursos: Cultura, História e Sociedade” e em “Pós-Colonialismos e Cidadania Global”.

Entre 1991 e 2008, foi responsável pela Revista Crítica de Ciências Sociais e tem exercido diversos cargos ao longo da sua trajetória de docente e investigador, incluindo os de presidente do Conselho Científico da Faculdade de Letras, presidente do Conselho Científico do CES, e diretor do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas desta Faculdade, sendo atualmente coordenador da direção do CES.

António Sousa Ribeiro tem publicado extensamente sobre temas de literatura de expressão alemã (com especial destaque para Karl Kraus e a modernidade vienense), literatura comparada, teoria literária, estudos culturais e estudos pós-coloniais.

Entre as suas atuais áreas de interesse, destacam-se os estudos sobre literaturas e culturas de expressão alemã, a literatura comparada, os estudos pós-coloniais, os estudos de tradução, os estudos sobre o Modernismo e estudos sobre temas de violência, cultura e identidades.

Através do Grande Prémio de Tradução Literária, a Associação Portuguesa de Tradutores e a Sociedade Portuguesa de Autores procuram destacar a tradução como exercício de autoria em literatura, e dar ao tradutor “o lugar que merece no mundo da cultura nacional e internacional”.

A cerimónia de entrega do prémio e das menções honrosas terá lugar na próxima sexta-feira, dia 15 de dezembro, pelas 17:30, na sede da Sociedade Portuguesa de Autores, em Lisboa, de acordo com a Associação Portuguesa de Tradutores.

Em 2016, o Grande Prémio de Tradução Literária APT/SPA foi entregue, em ex-aequo a Rui Carvalho Homem, pela tradução de “Ricardo III”, de Shakespeare, publicado pela Editora Relógio D’Água, e a Rui Pires Cabral, pela versão portuguesa de “Na Margem”, de Rafael Chirbes, da editora Assírio & Alvim.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.