Obra mais aguardada da década já arrancou em pleno Mondego

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

Sim, já arrancou. Aliás, só mesmo os mais distraídos é que não repararam no movimento que desassossega o Mondego há mais de dois meses.

A obra de desassoreamento do rio – uma das intervenções mais reivindicadas das últimas décadas – já teve início, num processo que vai durar mais de dois anos e que implica o investimento de mais de quatro milhões de euros.

O DIÁRIO AS BEIRAS embarcou no “Basófias” para, com o precioso apoio do comandante Jorge Santiago, testemunhar de perto todo o trajeto das areias acumuladas no fundo do Mondego e que estão, agora, a ser retiradas.

A intervenção é feita a partir da margem esquerda, sendo que, por agora, estende-se com uma tubagem entre a Ponte Santa Clara e a Ponte de Rainha Santa.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*