Mira: “Um sinal de esperança” brota das cinzas

Posted by

FOTO DB/JOT’ALVES

Três empresas de Mira tiveram a ideia, e a câmara, as quatro juntas de freguesia do concelho e a Confraria Nabos e Companhia aderiram à iniciativa “Uma floresta para todos… todos pela floresta”, que consiste na plantação de árvores nas zonas atingidas pelo incêndio de 15 de outubro. O projeto foi apresentado, ontem, na Lagoa.

A Mariflores, a Sotiplanta (ambas estufas de plantas) e a Siro (produção de substratos) são três empresas que o fogo afetou que tomaram a iniciativa.

O empresário Luís Caetano, porta-voz do trio empresarial, adiantou aos jornalistas que o objetivo da “bolsa de plantas” não é reflorestar a zona ardida, até porque ela atinge 64 por cento da zona verde do concelho, mas sim sensibilizar a comunidade, sobretudo as crianças, para a importância da floresta. Para o efeito, a mensagem vai ser levada às escolas locais.

Notícia completa na edição impressa de hoje

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.