“Ainda tenho a explosão na minha cabeça”

Madrugada de ontem foi agitada em Ega (Condeixa-a-Nova) e Mealhada, com duas máquinas multibanco a serem assaltadas por explosão num espaço de uma hora.
Fonte da GNR adiantou à Lusa que o primeiro caso ocorreu pelas 03H15, na freguesia de Ega, e o segundo pelas 04H00, com o roubo a ser feito por rebentamento, com os assaltantes a colocarem-se de seguida em fuga.
No caso de Ega, o assalto foi a uma caixa do Millenium BCP, situada junto ao largo da igreja, nas instalações do café “O São Miguel”.
Durante a manhã, muitos habitantes passaram pelo local, incrédulos com a situação, admirando de perto os estragos e ouvindo a história contada na primeira pessoa.
Maria Lemercier, dona do estabelecimento, encontrava-se no interior por altura dos acontecimentos e foi ela quem chamou as autoridades. “Ouvi a explosão e alertei as autoridades”, adiantou ontem ao DIÁRIO AS BEIRAS.
“Foi uma explosão terrível”, continua a dona do café, que depois se trancou nas instalações, aguardando a chegada das forças de segurança. “Fiquei muito quieta e silenciosa”, diz ainda Maria Lemercier, revelando que tanto a Guarda Nacional Republicana (GNR) como a Polícia Judiciária (PJ) chegaram rapidamente ao local.
Segundo a proprietária do café, os assaltantes arrancaram a grade que servia de proteção à janela e entraram no interior do espaço, onde funciona a única caixa multibanco de Ega.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*