Pais protestam contra turmas mistas na EB 1 de Pereira

FOTO DR

Os pais dos alunos da Escola Básica 1.º Ciclo de Pereira, Montemor-o-Velho, foram surpreendidos com a existência de turmas mistas no dia 1 de setembro. Desde então, iniciaram uma luta que conduziu a uma reunião, ontem ao fim da tarde, na Delegação Regional da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE).

O encontro durou quase três horas e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, além da vereadora da Educação, Paula Rama, dois representantes do agrupamento, um elemento em nome dos pais e o presidente da Junta de Freguesia de Pereira. “A DGEstE continua irredutível e apoia-se no facto de as turmas estarem legalmente constituídas”, referiu Rui Artur, encarregado de educação de um dos alunos, no final da reunião.

Protestam por terem sido criadas turmas mistas com alunos do 1.º e 2.º anos na mesma sala. A DGEstE só autorizou o agrupamento de Montemor-o-Velho a constituir uma turma do 1.º ano do 1.º Ciclo, deixando de fora 15 alunos, que tiveram que ser distribuídos por outras duas turmas de 2.° ano, cada uma com 25 alunos, mas em que os docentes vão ter que dar matérias diferentes para cada grau de ensino. No conjunto das três turmas, “estamos a falar do futuro de 76 crianças, assim como pais descontentes e revoltados”, denuncia Rui Artur.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*