Opinião Autárquicas: Porque assumi ser mandatário de Jaime Ramos

Posted by

Ernesto Vieira

Ao fazer a primeira abordagem com Jaime Ramos para ser seu mandatário constatei de imediato que este candidato à presidência da CMC assumia o primado de se empenhar com total dedicação em prol de uma significativa melhoria do concelho de Coimbra.

Jaime Ramos mostrou ter planos e estratégia exequível para atingir esses fins. Tocou-me fundo a sua visão alargada para além do que todo este concelho abrange e não esquecendo de prever pactuar com os concelhos vizinhos uma melhoria no que toca aos interesses dos cidadãos. Falamos da mobilidade, transportes, apoios múltiplos às pessoas, cultivação do gosto de viver nesta região, tudo como modo de enraizar jovens e prazer de vida aos residentes seniores.

Jaime Ramos considera como muito importante as condições da criação de riqueza como processo de enraizar famílias e os jovens se dissuadirem de abandonar Coimbra.

Por isso mesmo solicitou-me ser seu mandatário como forma também, de exprimir quanto é importante ter o tecido económico e empresarial envolvido nesta senda para a sua eleição a “Presidente”. Este candidato à CMC tem uma noção apurada do património museológico, cultural e histórico existente. Considera essa área como um ativo valiosíssimo e obrigatório para poder ser rentabilizado em harmonia com uma correta gestão de conduta cultural. Aferiu e tem noção responsável dos proveitos económicos que a cidade pode captar neste percurso.

Gostei de saber que Jaime Ramos ao poder vir a ser Presidente da CMC vai privilegiar uma ligação às Instituições sediadas em Coimbra para que de mãos dadas possam potenciar prestígio, boa imagem e caminhos com direção única para o desenvolvimento do concelho de Coimbra. Pretende que as freguesias deste concelho sejam privilegiadas numa envolvente de diálogo e aproximação. Necessário encontrar soluções céleres para o que se pode fazer de imediato e uma análise criteriosa aos planos a longo prazo.

Jaime Ramos no seu curriculum pode orgulhar-se de ter instalado e desenvolvido uma obra filantrópica desde há 30 anos a ADFP em Miranda do Corvo. É uma fundação de apoio aos cidadãos mais necessitados e hoje reconhecida como das mais relevantes e eficientes.

Jaime Ramos quer utilizar a sua experiência e sucesso com práticas semelhantes na presidência da Câmara de Coimbra, tem planos para apaziguar a vivência dentro da CMC, procurando ter os diversos departamentos e serviços numa relação amiga, construtiva e colaborante com os cidadãos e principalmente com empreendedores de projetos económicos.

Jaime Ramos tem na sua vida pessoal uma postura de dedicação à comunidade, no desempenho de funções políticas municipais, nos seus princípios morais e de ação, considerando-o assim uma “Personalidade de Excelente Perfil” para ocupar a “Presidência da Câmara Municipal de Coimbra”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*