Oito Ordens ligadas à saúde assinam em Coimbra protocolo de colaboração

Posted by

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (OM) assina na sexta-feira um protocolo com mais sete ordens da saúde direcionado para a defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS), da qualidade da medicina e direitos dos doentes.

“É um sinal muito importante das ordens de saúde, que estão a juntar esforços em prol da população e dos doentes”, disse à agência Lusa Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da OM.

O acordo, que será apadrinhado pelo advogado António Arnaut, um dos fundadores do SNS, envolve as ordens dos Biólogos, Farmacêuticos, Dentistas, Psicológicos, Enfermeiros, Médicos Veterinários e dos Nutricionistas.

Segundo Carlos Cortes, as ordens entenderam que “juntas poderiam criar sinergias importantes, além da sua intervenção autónoma”.

“Estivemos juntos em Pedrógão Grande, na altura dos incêndios, e isso reforçou a articulação entre as ordens, que estão empenhadas em que tudo corra bem”, sublinhou.

O presidente da secção regional do Centro da OM disse que esta colaboração “já era uma vontade com algum tempo”, no sentido de defender o SNS, a qualidade da medicina e os direitos dos doentes e o seu acesso a melhores cuidados de saúde.

Este protocolo pretende “também sinalizar a sustentabilidade do SNS, que atravessou muitas dificuldades financeiras e sempre se conseguiu aguentar porque foi suportado por profissionais muito dedicados”.

“A assinatura do protocolo é o primeiro passo para o desenvolvimento futuro de iniciativas concretas, existindo já projetos e iniciativas muito particulares na defesa da qualidade da saúde para resolver problemas em hospitais e centros de saúde”, frisou Carlos Cortes.

A Secção Regional do OM assinala na sexta-feira os 38 anos do SNS com atividades em Coimbra, Aveiro e Viseu.

Em Coimbra, além do protocolo com as sete ordens de saúde, o programa inclui uma visita ao Serviço de Urgência dos Hospitais da Universidade de Coimbra e a rega da oliveira, no Parque Verde do Mondego, numa iniciativa da Liga dos Amigos dos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Em Aveiro, está agendada uma reunião e visita ao Serviço de Cirurgia Geral do Hospital Infante D. Pedro, e em Viseu uma visita ao Centro de Saúde Viseu 1, que integra Agrupamento de Centros de Saúde do Dão-Lafões.

4 Comments

  1. A Odem dos Psicológicos agradece a bonomia da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (OM ou então ॐ) na pessoa do Sr. Dr. Carlos Cortes. Os Psicológicos estão sempre ávidos de se fazerem bem representar. Aliás, talvez se devesse mudar o nome das outras Ordens para, por exemplo, Ordem dos Mérdicos, Ordem dos Pastilhas, e por aí fora. Os Psicológicos sentir-se-ão certamente felizes após com este agraciamento e poderão até sugerir ao actual Bastonário, o Sr. Dr. Francisco Miranda Rodrigues, a mudança da denominação de Psicológicos para Sicológicos, uma variação de Sickológicos, por seu lado, vindo do inglês. Sickológicos que remete para 'sick', de doente. Doentes de não terem emprego e de se verem forçados a inscrever numa Horda que os suga até ao tutano com as cotas e demais emolumentos para diversas e faseadas burocracias. Mas pronto, lá têm ideias brilhantes e de utilidade incontestável como propor coisinhas como o Dia do Psicológico, que poderia ser melhor designado de Dia D, não em homenagem ao desembarque na Normandia, aquando da Segunda Guerra Mundial, mas sim ao Dia do Doente. Doentes ao fim de passarem duas décadas à procura de um posto onde possam desempenhar diligentemente as suas funções, sem que não se tenham aviltado antes, e das mais diversas formas, nos mais diversos e inúteis tachos que por aí vão almejando e arranjando.

    • Jaquim das Hortas says:

      Súcias, mas é. Ordens dos Súcios.

      • Joaquim Fonseca says:

        Há dois anos candidatei-me a estágio na OPP e deparei-me com os seguintes Entidades Receptoras de Estágio que constavam da lista disponibilizada pela OPP:

        1426 Fundação Casa de Trabalho Dr. Oliveira Salazar
        1864 Associação de Cultura Espírita Fernando Lacerda

        É esta a credibilidade das Ordens Profissionais no nosso país?!
        É só interesse financeiro. A actual ordem está muito distante do que defendiam os seus proponentes. Viciou-se!!!

  2. Jaquim das Hortas says:

    Veja-se o vídeo aqui, a atente-se nos pormenores: https://www.facebook.com/noticiasdecoimbra/videos
    O representante dos Médicos tomando a posição central da mesa. O modo impaciente, sobranceiro… Visionando o relogiozinho e possivelmente a cogitar: Quando tempo mais esta estucha …?
    O senhor das Barbas (o representante dos Enfermeiros?) com os maneirismos e a inquietude típicos de representante de classe maltratada e humilhada. Os eternos assuntos inacabados entre classes profissionais… O esgar de incómodo pela alusão a isso, do mesmo Sr. que retorce os olhos de impaciência e que conta a duração da pantomima pelo relogiozinho. Depois, a esganiça de poleiro e bacoquice da representante da Ordem dos Psicológicos, a que se segue o rípio da Sra. Farmacêutica, para composição do ramilhete. Por fim, o remate desencaixado da Sra. Bióloga.
    E todos exibindo a tietagem subserviente pela Ordem Maior, a Ordem de Centro de Mesa, representada pelo senhor impaciente do relogiozinho… Uma pérola de vídeo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*