Naval SAD já reagiu à decisão da Câmara da Figueira da Foz

FOTO NUNO SILVA

A Naval SAD e a Associação Naval 1º de Maio reagiram ontem, numa conferência de imprensa realizada na sede do clube no Estádio Municipal José Bento Pessoa, à decisão tomada na reunião de câmara da passada segunda-feira que dá conta da passagem da gestão do Estádio Municipal para as “mãos” da Câmara Municipal da Figueira da Foz.

O intermediário do clube foi Herculano Gonçalves, antigo deputado na Assembleia da República pelo CDS-PP eleito pelo círculo de Santarém que tem ligações a um grupo de investidores que há cerca de seis anos tentaram “salvar” o Estrela da Amadora da extinção através de um plano de recuperação que, entretanto, viria a ser chumbado pelos credores e que, atualmente, representa Aprígio Santos e um fundo colombiano que pretende “colocar o clube novamente nos campeonatos profissionais”.

Segundo o mesmo, a Naval ainda não foi notificada oficialmente da decisão da Câmara e afirmou que ficou surpreendida pela decisão, porque, “há uns meses”, teve lugar uma reunião na câmara que teve o Estádio Municipal como um dos temas debatidos.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Tudo entregue a boa gente 🙂

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*