Quercus e CTT desafiam portugueses a plantar árvores

FOTO DR

O Projecto “Uma Árvore pela Floresta”, desenvolvido pela Quercus e pelos CTT, regressou na passada segunda-feira, para reforçar a plantação de árvores de espécies autóctones em terrenos de todo o país, incluindo áreas ardidas. Este ano, a área de intervenção do projeto, que vai já na sua 4.ª ediçãp, é alargada a Castanheira de Pera, um dos concelhos mais afetados pelos incêndios de julho.

Para que tudo isto seja possível, basta que qualquer pessoa se dirija a uma loja CTT aderente até 30 de novembro, ou então aceda aqui ou à loja Online dos CTT e ofereça uma árvore, com o custo de três euros. O valor angariado com a venda reverte totalmente para o financiamento do projeto, não havendo qualquer limite ao número de árvores que podem ser apadrinhadas.

Por cada uma das doações dos portugueses, uma árvore será depois plantada pela Quercus, quer em áreas classificadas do Norte e Centro de Portugal (Serra do Gerês, do Alvão, do Marão, de Montemuro, da Estrela e o Tejo Internacional), quer no concelho de Castanheira de Pera.

No momento da compra, é entregue um pequeno kit ao comprador, composto por uma “árvore” em cartão reciclado, reproduzindo uma espécie que muda todos os anos (sendo em 2017 uma azinheira) e um código. Esta “árvore” de cartão serve de lembrança e pode ser oferecida.

Já o código serve para registar a árvore que a Quercus irá plantar até à primavera de 2018, para identificar a espécie e o local de plantação, bem como para consultar a evolução durante cinco anos do bosque onde foi instalada.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*