“Felizmente conseguimos o empate”

Foto de Rafael Simões

O treinador adjunto da Académica, Sérgio Gaminha – que substitui Costinha no “banco” enquanto dura a suspensão -, foi muito crítico  para com a sua equipa após o final do encontro com o Freamunde, que acabou com um empate a duas bolas.

“O Freamunde foi muito superior a maioria do tempo. Estivemos bastante longe daquilo que somos capazes de fazer. Fomos apáticos, distantes do jogo e pouco agressivos. A reação à perda foi sempre muito suave, muito ligeira. Não tivemos mobilidade, não saímos em transições e fomos uma presa fácil. O Freamunde também teve mérito, naturalmente, porque tem jogadores com qualidade técnica e tomou conta do jogo”, referiu.

Para Sérgio Gaminha, a sua equipa só “tem de se dar satisfeita por ter chegado ao intervalo e ao fim do jogo com um empate”. E atira que “tem de existir motivação!”. “Estamos todos no mesmo barco,  somos profissionais de futebol e isso deve ser suficiente. Representamos uma instituição muito grande, que merece o máximo respeito e brio”, acrescenta.

O técnico até admite que “houve alguma chama na 2.ª parte, mas sem lucidez e discernimento e não houve qualidade de jogo”. Em resumo, “felizmente, conseguimos conquistar o empate”.

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Seria um desperdício a Vanity Fair de Coimbra subir porque bem vistas as coisas, o seu fado é descer e descer por descer, bem que pode descer na Liga semi-chinesa dita "Ledman Pro"… Para quê ir maçar os clubes que militam na Divisão principal cá do rectângulo?

    N.B. Não tarda, aparece aí o "Zé Estebes das Beiras" e o seu acólito Laranjinha Ressabiado para iniciarem a sessão gratuita de insultos direccionados contra mim 🙂

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*