Câmara da Figueira da Foz reduz para metade a dívida do município

Posted by

 

 

O relatório das contas da Câmara da Figueira da Foz de 2016 foi aprovado, ontem, pela maioria socialista do executivo, em reunião de câmara. A oposição (PSD) absteve-se.

Na equação das contas municipais, cabe ainda a “redução consistente do valor em dívida dos empréstimos bancários de médio e longo prazo”, de 31,8 milhões de euros para 27,1 milhões, de janeiro a dezembro daquele ano.

“Por comparação com o momento de contratação do PSF”, sublinha o documento, “está reduzido para cerca de metade o passivo do município”.

Anabela Tabaçó, vereadora do PSD,  disse ao Diário As Beiras que “o primeiro mandato [do atual executivo camarário] foi para arrumar a casa e o segundo para limpar o pó”.

 

Informação completa na edição impressa

6 Comments

  1. Zé da Gândara says:

    A Sôdôtôra Vereadora pelos vistos, descobriu a fórmula mágica para fazer morcelas sem sangue porque critica a inércia da Câmara (que eu não pretendo vir para aqui defender nem por sombras) estando a Câmara a nadar em dívidas, deixadas, aliás, se a Sôdôtôra quizer ser intelectualmente e conceptualmente honesta, pela virtuosa gestão autárquica sucessiva do seu partido laranjinha em vários mandatos consecutivos à frente da Câmara e com benef´cios para os munícipes que serão, no mínimo questionáveis (cito por exemplo, a construção das piscinas e dos tanques a céu aberto a que se convencionou por estas paragens e pela boca dos ilustres do seu partido laranjinha que a antecederam, de, pasme-se, piscinas, um pouco por todo o concelho… Obras feitas que certamente não terão sido pagas e que quais estádios do Euro 2004, deixaram certamente custos de manutenção avultados (ignorados, diria) atirados para cima das juntas de freguesia que à falta de melhor remédio, lhes resta terem de suportar… Disto certamente não se terá lembrado a douta Sôdôtôra vereadora…. Será cinismo ou será um exercício de miopia política?

    E para quem se acha dotado de um carácter virtuoso e pudico politicamente falando, não lhe parece que em vez de fazer mais dívida em cima da dívida herdada, será mais prudente e avisado liquidar dívidas antigas antes de ir fazer mais dívida em obras quiçá de igual utilidade questionável? O que é que a Sôdôtôra Vereadora faria se fosse a Chairman da Câmara Municipal? Se é assim uma pessoa tão visionária e dotada assim de um perfil tão adequado para o desempenho do cargo de alcaldesa, porque é que não se impôs como candidata à Câmara Municipal para termos a possibilidade de a ver a espalhar perfume e charme com a sua virtuosa gestão? É que falar por falar sem estar ao leme do barco com o casco arrombado, já temos por cá muitos altamente especializados nesse mister por cá no burgo… E quem seja sistematicamente do contra, idem aspas aspas…

    • Zé da Gândara says:

      A Sôdôtôra Vereadora, com este exercício de verdadeiro harakiri político, faz-me lembrar aquilo que se diz em França a propósito dos sindicalistas com alguma ironia à mistura (pois é, por lá e contrariamente ao que se passa nesta pátria das virtudes onde ser sindicalista ou simplesmente contestário às virtuosas práticas de muitos dos denominados "empresários" cá do burgo em matéria laboral, em França ainda existe essa maçada do sindicalismo e o assédio e perseguição moral a sindicalistas é such a pain in the ass para quem o empreender que não é coisa que se conste existir)… É que em França, os cheerleaders do partido do Monsieur Fillon dos empregos fictícios costumam gracejar que os sindicalistas só sabem estar de acordo em não estar de acordo 🙂 Será que a Sôdôtôra, no plano político, subentenda-se por via das dúvidas e interpretação inviesada das minhas inócuas palavras, não estará a adoptar uma postura semelhante quanto à gestão da Câmara Municipal, desde há muito confinada à gestão da amortização da dívida herdada desde que se verificou a última chamada "alternância democrática"?

      Uma outra questão pertinente de se colocar à douta Sôdôtôra Vereadora… A Sôdôtôra estava pela Figueira quando por cá havia um senhor importado que fazia a festa, queimava os foguetes e ainda corria a apanhar as canas? Ou será que até por cá estava mas andaria um nadinha distraída por via da sua frequência assídua do "Caribe Beach", então referência suprema no panorama nocturno Figueirense? 🙂

  2. Sócio AAC says:

    "É que falar por falar sem estar ao leme do barco com o casco arrombado, já temos por cá muitos altamente especializados nesse mister por cá no burgo… E quem seja sistematicamente do contra, idem aspas aspas… ", a figurinha da Gândara estará a falar dele próprio…

    • Zé da Gândara says:

      Será sua senhoria um representante forense da referida Sôdôtôra, com representação outorgada no sentido de promover a defesa dos pontos de vista da Sôdôtôra e de a representar? Ou será apenas e só alguém que nada tem mais que fazer que andar por aqui a meter-se comigo, tentado denegrir para no limite coartar as minhas intervenções, ao abrigo do seu princípio muito próprio de democracia e de liberdade de expressão (parece-me que apenas e só tem direito a emitir a própria opinião quem tiver uma opinião decalcada da sua, coisa tão típica aliás de quem provém do viveiro onde sua senhoria foi incubada)?
      Olhe, qualquer que seja o seu objectivo no sentido de coartar as minhas intervenções, digo-lhe firmemente que não o alcançará e quanto a figurinhas, deixe-me que lhe diga que figurinha fosse eu, viveria bem com isso… Já sua senhoria, apesar de lhe assentar como uma luva o apodo de "Zé Estebes das Beiras", parece que não se enxergará ao ponto de não perceber o ridículo a que se expõe 🙂 A sugestão que lhe endereço portanto é simples: Não suba o sapateiro acima do chinelo!

  3. Sócio AAC says:

    "parece que não se enxergará ao ponto de não perceber o ridículo a que se expõe", e lá está a triste figurinha novamente a falar dele próprio,este tipo é mesmo egocêntrico !

    • Zé da Gândara says:

      Meu, qual é o teu problema? Não gostas do que lês, tens uma boa solução: Não lês… Por acaso eu obrigo-te a ler o que escrevo ou tenho a pretensão de te fazer concordar com aquilo que escrevo? És um democratazinho "Henry Ford"-style, ou seja, aceitas as opiniões dos outros sempre que elas sejam decalcadas da tua mas, quer o tempo em que isso seria assim, quer mesmo os tempos do Fordismo (se souberes o que isto é) já são peças de museu… Quanto a enxergar ou não enxergar, recomendo-te que atentes bem nos teus actos e na postura de que por aqui dás sobeja evidência para ver se enxergas antes a tua triste figurinha…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*