Arguidos fizeram “churrasco” enquanto assaltavam casa

FOTO ARQUIVO

Foi ontem ouvida uma das testemunhas do crime de agressão de que são acusados cinco homens, entre os 22 e 43 anos de idade. A vítima, um cidadão britânico residente em Arganil, explicou ao tribunal como tudo aconteceu na madrugada de outubro de 2012, em que foi retido em sua casa e assaltado, durante cerca de dez horas.

Após identificar um dos três arguidos presentes na sessão, a vítima contou que ao chegar à sua autocaravana deparou-se com “seis homens num automóvel BMW” que, posteriormente, o tentaram amarrar com fita adesiva e colocar-lhe um saco de plástico na cabeça.

De acordo com o cidadão estrangeiro, os assaltantes, que “tinham na sua posse uma pistola e uma caçadeira” retiveram-no numa pequena varanda, onde fizeram um “churrasco com comida e bebida”.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Na perspectiva da bandalheira que por aqui impera, os alegados assaltantes são o fruto de uma colheita premium cá do burgo… Será que chegam a ir dentro se algum dia a Judite os apanhar em flagrante delito (ou delitro, como parece ser mais apropriado)?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*