À descoberta de um país na vastidão de “Os Lusíadas”

Posted by

Em palco dois atores de génio procuram descobrir, na vastidão de “Os Lusíadas”, as “pistas que nos permitam compreender quem somos hoje”. António Fonseca e José Neves assumem o espetáculo “Força Humana”, a partir de “Os Lusíadas”, de Luiz Vaz de Camões, que será apresentado em Coimbra, na “blackbox” do Convento São Francisco, em duas sessões: esta sexta-feira, às 15H30, destinada às escolas, e  sábado, às 17H30, para o público em geral.

António Fonseca – o ator que mantém com “Os Lusíadas” uma relação única, não só porque recita de cor  os 8.816 versos da obra de Camões, mas também porque consegue “levá-la” como poucos o fazem sobretudo a um público mais jovem –, associou-se nesta aventura a José Neves, outro ator de exceção dos palcos portugueses, com raízes fundas na Guarda (Aquilo Teatro) e em Coimbra (TEUC, A Escola da Noite). Na equipa criativa de “Força Humana”, destaque ainda para Paulo Furtado, autor da música, mais um nome de Coimbra, com José Luís Ferreira, que assume a direção de produção.

“Força Humana”, refere uma nota da produção, parte do desejo de encontrar, na vastidão de “Os Lusíadas”, “as pistas que nos permitam compreender quem somos hoje”.

“Ler-lhes nas linhas e nas rimas o fado que transportamos e os riscos que aceitamos correr”. Acima de tudo, “descobrir neles como ser grande no desespero, como romper a linha da sobrevivência e encontrar o universo”, imaginando que, das viagens de há mais de quinhentos anos, “nascem estas viagens que hoje tantos percorrem, em busca da vida e da dignidade”.

“Força Humana”, asseguram os seus responsáveis, “nasce da urgência da poesia, do desejo de ser que é próprio do teatro, da inquietude que emerge da palavra e da música”. É por essa razão, um momento criativo a não perder.

Projeto de Antunes Fidalgo, em coprodução com o Teatro Nacional D. Maria II, Centro Cultural Vila Flor e Centro de Arte de Ovar, “Força Humana” tem o apoio blablalab AC, Artistas Unidos e Centro de Artes de Lisboa.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*