PJ detém mulher por presumível prática de profanação de cadáver na Guarda

Posted by

A Polícia Judiciária (PJ) deteve uma mulher pela presumível prática de, “pelo menos”, um crime de profanação de cadáver, em Linhares da Beira, Guarda, foi hoje, sexta-feira, anunciado.

Em comunicado, a PJ explica que o cadáver, “que se julga ser de um escocês de 59 anos, foi localizado e exumado na tarde do dia de ontem [quinta-feira], por elementos da Polícia Judiciária da Guarda e do Laboratório de Polícia Cientifica”.

“Concluiu-se assim uma fase da investigação, iniciada com a notícia do desaparecimento da vítima, procurando-se agora apurar as causas da morte”.

A nota esclarece ainda que, “por determinação da autoridade judiciária, que presidiu às diligências, a detida de 46 anos” vai ser sujeita a julgamento em processo sumário.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*