Jerónimo de Sousa acusa PS de estar do lado da política de direita

Posted by

jeronimo-de-sousa_11792

O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, acusou hoje o PS de estar do lado da política de direita, depois de conhecida a disponibilidade dos socialistas para as conversações para um “compromisso de salvação nacional“.

“O PS tem o direito e a liberdade de se juntar com quem quiser, não pode é pedir ao PCP que se junte àqueles que realizaram esta política de direita que tanto mal fez ao nosso povo”, disse o secretário-geral comunista, num almoço convívio em Secarias, no concelho de Arganil.

“Ai o PCP não quer vir connosco, então vamos nós fazer essa negociação. Ao menos tenham a dignidade de assumir que estão mais para lá do que para cá, que estão mais com a política de direita e não é, por acaso, que assinaram o pacto de agressão”, desafiou Jerónimo de Sousa.

O dirigente do PCP criticou ainda os socialistas de “sempre, mas sempre”, preferirem estar aliados “à política de direita, do que com uma política de esquerda, patriótica, ao serviço dos trabalhadores e do povo”.

Na sua intervenção, o líder comunista acusou também o Presidente da República de, “percebendo que ia tudo ao fundo em termos de política de direita”, passar de cúmplice do Governo a “promotor das políticas de direita”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.