Saneamento básico apenas “bate à porta” da Gândara

Posted by

11 GANDARA PMGândara, um dos lugares da freguesia de Antuzede, não tem saneamento básico –uma infraestrutura muito desejada pelos residentes, já que a situação atual causa grandes transtornos no vazamento das fossas e na sua qualidade de vida.

A povoação da Gândara é limite de freguesia e de concelho, uma vez que faz fronteira com a freguesia de Ançã, município de Cantanhede, ficando “paredes-meias” com o lugar de Granja.

Talvez por esta particularidade da geografia, a Gândara resultou prejudicada no plano de expansão da rede de infraestruturas básicas, na viragem do milénio. Tudo porque a continuidade territorial com a área edificada da Granja levou a que fosse a empresa municipal de Cantanhede, Inova, a garantir todo o abastecimento de água, ou seja, também à Gândara.

O problema, então, colocou-se no saneamento. É que, entre a Inova e a empresa municipal Águas de Coimbra, não houve entendimento e a empresa de Cantanhede apenas estendeu condutas e facilitou a abertura de ramais à Granja (e a uma pequena parte da Gândara, na rua da Alvogada e no início das ruas 25 de Abril e do Campo de Futebol).

 

Ver versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*