IKEA entrega Estudo de Impacte Ambiental na direção de economia

Posted by

04 IKEA (15)A empresa sueca de mobiliário IKEA depositou ontem o Estudo de Impacte Ambiental do projeto de Coimbra na Direção Regional de Economia do Centro (DREC). Segundo o DIÁRIO AS BEIRAS apurou, os responsáveis fizeram a entrega do documento que contém uma descrição sumária do projeto, a identificação e avaliação dos impactes prováveis e os pareceres de diversas entidades relativas à loja que pretendem instalar junto ao Forum Coimbra.

No estudo, vem descrito com pormenor a forma como se resolver a questão da colónia de sobreiros e sobre a construção de um nó rodoviário de acesso ao equipamento. Apesar da autarquia insistir na necessidade de construção do viaduto, o que é certo é que uma das entidades ouvidas neste estudo – Estradas de Portugal – refere que, devido à redução de tráfego automóvel, “esse nó é prescindível”.

Para ajudar a resolver este problema, a autarquia já defendeu uma solução tripartida entre a câmara, IKEA e Estradas de Portugal para que a futura zona comercial do Planalto de Santa Clara possa ter um acesso rodoviário alternativo ao atual – e que já serve com algum condicionamento o centro comercial Forum Coimbra.

 

Ver versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. Maria da Luz Pedroso says:

    É vergonhoso que não facilitam a implementação da infraestrutura ikea, sendo que está vai dar postos de trabalho… é por estas e por outras que o país está nesta miséria … falta de visão!

  2. " … redução de tráfego automóvel …"??????????????? O trânsito que segue mais para cima do Forum onde vai ser instalado a IKEA (das bombas de combustível para cima) e até Santa Clara, é intensíssimo!!!!!!!!!!!!! Demais mesmo, !!!!!! Nos dois sentidos! Então com o IKEA ali instalado e se não alterarem radicalmente as vias e os acessos … vai ser o caos!!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.