Canoagem: Medalha de Prata para portugueses em Montemor

Posted by
DR

DR

A medalha de prata conquistada este domingo pelo K4 1.000 metros português nos Europeus de canoagem de Montemor-o-Velho teve alguma “raiva” na génese e tornou-se em esperança para “mostrar valor” nos Jogos Olímpicos do Rio2016.

“Antes da prova, estava um pouco enfurecido pela regata de sábado (sétimo em K2 1.000). Entrei na prova com um pouco de raiva. Após o arranque, os meus colegas quiseram baixar o ritmo, mas eu não o baixei logo. Queria vir para a frente e aniquilar logo a concorrência”, contou Fernando Pimenta.

O canoísta considerou que partilhar o pódio com a República Checa e Hungria, bronze e prata Londres2012, respetivamente, demonstra que a tripulação lusa “está no bom caminho”.

“Isto é por fases. O ano seguinte aos Jogos Olímpicos é muito mais duro, face ao desgaste. Agora, esta medalha para Portugal é excelente para o início do próximo ciclo olímpico. A análise é positiva. À largada estávamos com determinação, repetimos a tática da eliminatória, que era válida, e o fruto é a medalha”, explicou Emanuel Silva.

O canoísta olímpico reconheceu que o pódio era um objetivo, salientando que a tripulação manteve a confiança, apesar do desaire em K2 1.000, em que os vice-campeões olímpicos não foram além do sétimo lugar nos Europeus, no sábado.

“Portugal espera medalhas (da canoagem) e nós também. Esta medalha demonstra que não nos deixámos afetar pelo momento menos bom do K2 1.000 e transmitimos confiança ao João (Ribeiro) e ao David (Fernandes), que estávamos para lutar. A prova está dada. O momento bom chegou com o melhor resultado possível para o K4, que é para comemorar com os portugueses”, referiu.

David Fernandes destacou a presença dos amantes da canoagem no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho, onde foi possível sentir o apoio: “Ouvi, claramente nos últimos 200 metros, todos os presentes nas bancadas a fazerem barulho, a puxarem por nós”.

O canoísta lembrou que ainda faltam “muitas etapas” até aos Jogos Olímpicos, mas reconheceu que o K4 está “no bom caminho” para conseguir a qualificação olímpica, depois do falhanço para Londres2012, e “consegui um bom resultado” no Rio2016.

“Sentimo-nos felizes. Vínhamos com objetivo de conquistar uma medalha, felizmente aconteceu. Trabalhámos para isso e levámos a prata”, concluiu João Ribeiro.

O K4 1.000 português, formado por Fernando Pimenta, João Ribeiro, Emanuel Silva e David Fernandes, foi campeão da Europa em 2011, com o melhor tempo da história no ano de estreia, mas semanas depois falhou apuramento para Londres2012, tendo regressado em 2013 com a prata na Taça do Mundo, resultado que repetiu hoje nos Europeus.

One Comment

  1. joao pereira says:

    força pessoal, mostrem aos portugueses e ao resto do mundo que o desporto não é só futebol. abraços

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*