Governo exclui do regime florestal área para nova fábrica em Ílhavo

Posted by

floresta3O Governo aprovou hoje, em Conselho de Ministros, a exclusão do regime florestal total de quatro hectares, na Mata Nacional das Dunas da Gafanha, Ílhavo, para viabilizar uma nova fábrica do grupo Vista Alegre Atlantis.

“Como compensação pela correspondente diminuição do património fundiário do Estado, foi aprovada a submissão ao regime florestal total da área de três hectares, integrada na antiga Carreira de Tiro da Gafanha, bem como, ainda, da área de 42,5 hectares, integrada na antiga Colónia Agrícola da Gafanha, situadas igualmente no município de Ílhavo”, refere o comunicado do Conselho de Ministros.

A decisão tem em vista uma permuta de terrenos com a Câmara de Ílhavo, que entrega à Direção Geral do Tesouro e Finanças a área no parque da antiga carreira de tiro, recebendo em troca os quatro hectares agora excluídos do regime florestal, contíguos à Zona Industrial da Mota.

Trata-se de mais uma medida para viabilizar a construção de uma nova unidade fabril na Zona Industrial da Mota, a “Ria Stone, Fábrica de Louça de Mesa em Grés, SA”, num investimento de 20 milhões de euros do do Grupo Vista Alegre Atlantis, destinada a fornecer diretamente a cadeia IKEA, e que deverá criar 144 novos postos de trabalho.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.