Eu, deputado – Futebol

Posted by

SERPA OLIVA

Serpa Oliva

Embora ache que a política e o futebol não são compatíveis, não posso deixar, esta semana, de me referir à nossa Académica que, mais uma vez, ao cair o pano, se manteve na Liga Zon Sagres.

Só “sofro” com duas equipas: a minha Académica de sempre e a nossa Seleção Nacional. Ambas me fazem “sofrer” sempre até ao final, mas com mais ou menos sorte temos vindo a escrever algumas páginas que nos engrandecem. Espero que, relativamente à Académica, a questão da criação da SAD seja resolvida e que possa implicar o começo de uma nova era em que, no mínimo, estas constantes aflições nos sejam poupadas.

Não compreendo como se pode servir a dois senhores e ter segundas escolhas, entre os grandes do futebol nacional, por quem alguns não sabem muitas vezes distinguir onde começa o seu amor pela Académica ou qualquer um dos outros clubes principais da primeira Liga.

Tal facto não impede que seja português e tivesse vivido de forma mais uma vez imprópria para cardíacos a final da Liga Europa. Penso que os benfiquistas não mereciam duas machadadas em tão pouco tempo. O futebol e a paixão pelo mesmo é, no fundo, um pouco isto, pois muitas das vezes a justiça não acontece e aquilo que parecia um dado adquirido, torna-se uma miragem.

Estou solidário com todos os benfiquistas até à próxima final da Liga de Basquetebol em que, recordando tempos do meu tempo, nos vamos encontrar para saber quem será o campeão nacional. No desporto, como na vida, aquilo que verdadeiramente interessa é que nos sintamos bem connosco próprios e, independentemente dos resultados, é seguramente um espantoso dom de Deus termos saúde e poder viver com maior ou menor paixão estes acontecimentos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.