Corpo de pescador que desapareceu em Caminha encontrado ao largo de Aveiro

Posted by

caminha

O corpo do pescador de Caminha que estava desaparecido desde 30 de abril foi encontrado na quarta-feira, ao largo de Aveiro, pela tripulação de um navio mercante, disse à agência Lusa fonte da Marinha.

O corpo foi avistado por um navio de carga, pelas 19:07, a onze quilómetros da costa de Aveiro, tendo a tripulação alertado o Capitania daquele porto.

“Imediatamente saiu uma lancha salva-vidas com pessoal do Instituto de Socorros a Náufragos e da Polícia Marítima de Aveiro, que recuperaram o cadáver”, confirmou à agência Lusa o comandante da Capitania do Porto de Caminha.

Segundo Gonzalez dos Paços, a identidade do pescador, de 45 anos e residente em Moledo, concelho de Caminha, foi confirmada através do colete salva-vidas, que “envergava” e que tinha o seu nome, mas também por documentos de identificação que foram encontrados nas roupas.

“Com o auxílio de psicólogos da Câmara de Caminha, a família já foi avisada”, acrescentou Gonzalez dos Paços.

O pescador foi dado como desaparecido no sábado, 30 de abril, pelas 08H00, depois de a sua embarcação “Ana Lídia”, com cerca de seis metros de comprimento, ter sido encontrada submersa junto à costa de Caminha.

Foi visto pela última vez por outros pescadores entre a meia-noite de sexta-feira (29 de abril) e a 01:00 de sábado e as buscas realizadas nos dias seguintes, em mar e no rio Minho, envolvendo meios portugueses e espanhóis, terminaram sem qualquer resultado.

O homem estava a pescar sozinho, tendo a embarcação sido localizada em águas pouco profundas, juntamente com as redes de pesca.

Na altura do desaparecimento, o mar tinha ondas de cerca de três metros de noroeste e registava-se vento nordeste de cerca de 26 quilómetros por hora.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.