BE critica Nogueira Leite no conselho consultivo do Centro Hospitalar do Baixo Vouga

DR

DR

O líder do grupo parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, esteve esta segunda-feira à porta do Hospital de Aveiro com uma medalha para o “turbo gestor” Nogueira Leite, nomeado para o conselho consultivo do Centro Hospitalar do Baixo Vouga.

Pedro Filipe Soares justificou a ação com o propósito de “utilizar a ironia para chamar a atenção para mais uma das nomeações partidárias do Governo”, a de António Nogueira Leite para presidir ao conselho consultivo do Centro Hospitalar do Baixo Vouga.

O parlamentar bloquista admite que o cargo agora ocupado por Nogueira Leite no Centro Hospitalar do Baixo Vouga é meramente consultivo e não de gestão, mas diz só se compreender a nomeação “para dar conselhos, se o Governo acha que correu tudo bem com o Hospital de Amadora-Sintra.

“Para nós, é a materialização do ditado popular ‘colocar a raposa a tratar do galinheiro’ e, depois, alguém se pasma porque as galinhas desapareceram. Este turbo gestor é o mesmo que esteve em funções no Grupo Mello, particularmente na Mello Saúde, depois na Caixa Geral de Depósitos, onde havia enormes interesses na privatização dos seguros de Saúde e chega agora a presidente do conselho consultivo do centro hospitalar do Baixo Vouga”, criticou.

O historial de Nogueira Leite, enquanto membro do Grupo Mello, é “enorme na relação com o Estado, no âmbito da Saúde”, segundo o deputado bloquista, que destaca a parceria público-privada do Hospital Amadora-Sintra, “um mau negócio para o Estado, mas bom para os privados”.

“É uma nomeação partidária, com interesses muito duvidosos e, a nosso ver, sem proteger o interesse público, de um turbo gestor com passagem pelo conselho nacional do PSD, pelo que o prémio que queremos atribuir tem uma fita laranja. Demonstra a forma como o Governo está a olhar para a Saúde no País, em que não cuida de proteger os interesses das pessoas, e o que demonstra é ter uma gestão da Saúde que mais protege os interesses dos privados”, concluiu.

O Bloco de Esquerda entregou no Parlamento um pedido de explicações ao Governo sobre os critérios da nomeação e o esclarecimento sobre a eventual remuneração do cargo.

 

Texto Agência Lusa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.