Atropela e mata criança e depois foge

Posted by

inem_vmer

Uma criança de sete anos morreu na terça-feira à noite vítima de atropelamento, em S. Romão, Leiria, informou fonte da PSP à agência Lusa.

De acordo com a mesma fonte, o acidente ocorreu pelas 21H00 e a criança “veio a falecer no Centro Hospital Leiria-Pombal”.

“Ainda não foi possível localizar a viatura ou o condutor autor do acidente. A PSP está a efetuar todas as diligências nesse sentido”, acrescentou a polícia.

Estiveram no local dois homens e uma viatura dos Bombeiros Municipais de Leiria, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação e a PSP, informou ainda fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria.

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Por estas e por outras é que a forma descentralizada de fazer justiça feita (pela próprias mãos ou em representação do lesado através de um comité popular) é a forma mais célere e mais equitativa (proporcional) de justiça, sendo ainda por cima amiga do contribuinte, porque dispensa a intervenção do douto senhor doutor juiz de direito e do seu séquito real, ao mesmo tempo que desincentiva a ociosidade tão característica de quem tem a ocupação profissional de testemunha profissional e que se presta a ir prestar ridículos falsos testemunhos para tribunal (que invariavelmente, o douto tribunal toma como credíveis), para nem falar nuns certos sujeitos que fazem negócio à custa da tentativa de ver feita justiça quando impera a injustiça flagrante e tudo fazem para que tal não aconteça para disso tirar partido em benefício próprio)… Foi imprudente, encharcou-se em vinho ou em ganza aquando de uma viagem de ida e volta à República da Jamaica, armou-se em Juan Manuel Fangio, andou a fazer urban street racing, atropelou, matou ou deixou à beira da morte quem atropelou, teve consciência do que fez e mesmo assim fugiu sem prestar auxílio e foi agarrado sem fazer conta com isso, julgando que era inimputável e inalcançável… temos pena mas não o volta a fazer… Venha o próximo…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.