A “natureza” no Festival das Artes

Posted by

28 SagracaoO V Festival das Artes de Coimbra regressa este ano entre os dias 16 e 23 de julho, tendo como tema central “A natureza” e celebra, juntamente com a Companhia Nacional de Bailado, os 100 anos sobre a estreia da consagrada e mais universal das obras de Stravinsky: “A sagração da Primavera”.

A Companhia Nacional de Bailado (CNB) decidiu homenagear a obra prima da dança clássica através do programa “La Valse/ A sagração da Primavera”. De acordo com uma nota chegada às redações, a primeira é uma curta metragem de João Botelho e Paulo Ribeiro, onde a composição de Ravel assume papel principal, transpondo para a atualidade uma metáfora de decadência, que contrasta com o apelo à redenção e à confiança no futuro, proposto pela coreografia de Olga Roriz.

Esta já consagrada composição de “A sagração da Primavera”, assinada por aquela que é hoje um dos nomes maiores da dança portuguesa, subirá ao palco do Teatro Académico Gil Vicente (TAGV), a 16 de julho – dia de abertura do V Festival das Artes –, onde os bilhetes já se encontram à venda.

 

Ver versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*