15 empresas alimentares portuguesas à conquista do paladar chinês

Posted by

sial-china-580

Quinze empresas de Portugal participam na edição deste ano do Salão internacional de Alimentação de Xangai (SIAL), na maior representação de sempre da indústria agroalimentar portuguesa na China, que decorrerá até 09 de maio.

“A China é para nós um mercado prioritário e estratégico. O ano passado, participámos com cinco empresas, pela primeira vez, e quase todas elas já estão a exportar para a China”, disse à agência Lusa Rui Rodrigues, gestor da Portugal Foods, o organismo encarregue de promover a internacionalização das marcas e empresas do setor.

Conservas de peixe, bolos, chocolates, biscoitos, sumos e vinhos são alguns dos produtos “made in Portugal” que estarão expostos no SIAL 2013, considerado um dos mais concorridos certames do género na Ásia.

“Temos produtos muito competitivos e diferenciados. As perspetivas são muito boas”, disse Rui Rodrigues.

A inauguração do SIAL 2013 contará com a presença do secretário de Estado português da Alimentação e Inovação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito, e da diretora-geral de Alimentação e Veterinária, Teresa Vila de Brito, que a seguir se deslocarão a Pequim para contactos com responsáveis chineses do setor.

Mais de 2.200 empresas de dezenas de países e regiões participam no certame, devendo atrair cerca de 46 mil visitantes, indicou a organização.

“O nosso pavilhão está extremamente bem situado, no hall principal, ao lado da França, Itália e Espanha”, realçou o gestor da Portugal Foods.

Em declarações à agência Lusa, Rui Rodrigues referiu que “as principais cadeias de supermercados de Xangai já começam a ter produtos portugueses”.

Sede de um município com cerca de 23 milhões de habitantes e descrita também como a capital económica da China, Xangai é a maior e mais cosmopolita cidade chinesa.

Maçarico, Nutrigreen, Conservas Portugal Norte, Conservas A Poveira, Dancake, Du Bois de la Roche, 1912 Wine Makers, Clube dos Produtores do Fundão, Sonae, Unicer, Sumol+Compal, Imperial, Conservas Ramirez e Vieira de Castro são as empresas representadas no SIAL 2013.

O certame de Xangai ocorre num bom momento das relações comerciais luso-chinesas.

Nos últimos três anos, as exportações portuguesas para a China mais do que duplicaram, tendo atingido o montante recorde de cerca de 1.200 milhões de euros em 2013.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.