Novos investidores deverão entrar a “breve prazo” nos estaleiros do Mondego

01 ESTALEIROS NAVAIS PAC (1)

A administração dos Estaleiros Navais do Mondego (ENM), na Figueira da Foz, disse esta segunda-feira que a entrada de novos investidores na empresa “está por dias” e que os interessados possuem capital nacional e estrangeiro.

“A entrada de novos investidores está praticamente resolvida. Deverá acontecer a muito breve prazo, está por dias”, disse hoje à agência Lusa Carlos Costa, da empresa Atlanticeagle Shipbuilding, que detém a concessão dos ENM.

Questionado sobre a origem dos futuros sócios, adiantou que se trata de um grupo português e estrangeiro: “o importante é que venha com vontade de dinamizar o estaleiro”.

Já Joaquim Peres, também administrador da empresa, acrescentou que o grupo investidor “tem uma componente portuguesa grande, mas também internacional”, embora sem divulgar a nacionalidade do parceiro estrangeiro.

A concessão dos Estaleiros Navais do Mondego foi atribuída em setembro de 2012 à sociedade Atlanticeagle Shipbuilding, grupo que não logrou cumprir a garantia bancária de 100 mil euros devida ao porto da Figueira da Foz e 500 mil euros pelos bens móveis (massa falida) da infraestrutura, a serem entregues à comissão de credores, conforme acordado em sede judicial.

A empresa pediu uma moratória à administração do Porto da Figueira da Foz – até cerca de 15 de maio – para apresentar os 100 mil euros de garantia bancária e pretende fazê-lo igualmente com a comissão de credores, para ressarcimento da dívida de 500 mil euros.

 

Texto Agência Lusa

One Comment

  1. cinha cardoso says:

    É capaz de ser "parecida com a dos Estaleiros de Viana do Castelo … e como havia mto mar por perto, tal como aqui, ficaram a ver navios …. Espero bem que, tanto aqui como lá, a situação seja mesmo para valer e que se pare de uma vez por todas de andarem a brincar "às casinhas" !!!!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*