Filomena Amaral é a candidata do BE à Câmara da Lousã

DR

DR

O Bloco de Esquerda (BE) anunciou ontem a candidatura à Câmara Municipal da Lousã de Ana Filomena Amaral, 51 anos, técnica superior do Ministério da Educação, escritora e dirigente associativa.

A candidata, que nas últimas autárquicas já tinha encabeçado a lista bloquista ao executivo liderado pelo PS, foi, em 2005, a primeira autarca do BE eleita no concelho, tendo integrado a Assembleia Municipal durante um mandato, até 2009.

“Aceitei candidatar-me porque a situação política na Lousã está completamente desacreditada. O PS não consegue levar por diante nenhum dos grandes projetos e ainda destruiu o que de bom havia, como o ramal [ferroviário] para Coimbra”, disse à agência Lusa Filomena Amaral.

Sobre a situação do ramal da Lousã, adiantou ser uma “ativista pelo retorno do comboio, contra o projeto do Metro [Mondego]”, acusando os socialistas de “deteriorarem a qualidade de vida” da Lousã nos últimos 25 anos.

Frisou ainda a situação da Unidade de Saúde Familiar local “que nunca mais abre”, a escola de ensino básico dos 2º e 3º ciclos “que já vai no quarto construtor sucessivo” ou os “péssimos” acessos à vila, nomeadamente a ligação a Coimbra pela EN 17, conhecida como Estrada da Beira.

Para além da militância política no BE, Ana Filomena Amaral preside à Arte-Via – Cooperativa Artística e Editorial que fundou, há 14 anos, na Lousã.

One Comment

  1. Deixa-me advinhar.. quer um enfermeiro 24 horas por dia nos bombeiros se não o seu sono não aparece?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*