Universidade de Pretória recebe leitor de Português e cria curso “major” na língua de Camões

Posted by

ensino lingua portuguesa.TIF

A Universidade de Pretória é desde ontem a terceira instituições de ensino sul-africana a contar com um leitorado de Português, prevendo implementar a língua como curso “major” nos programas de BA (Bachelor of Arts) a partir de 2014.

Ao abrigo de um protocolo ontem assinado entre aquela instituição da capital sul-africana e o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, o Português ganha um espaço novo de crescimento e difusão numa região onde Angola, Moçambique e a diáspora portuguesa têm um peso significativo na sociedade e na economia.

Para o embaixador de Portugal na África do Sul, António Ricoca Freire, que assinou o protocolo em representação do Camões, este foi um “passo muito importante” no sentido da projeção e dignificação da língua portuguesa.

O “protocolo terá um efeito multiplicador muito importante, porque em vez de ficarmos confinados aos professores de Português contratados, vamos passar a ter professores de Português, não apenas portugueses mas de língua portuguesa e de estudos portugueses, licenciados pelas próprias universidades sul-africanas”, disse à Lusa o embaixador português após rubricar o protocolo com a reitora e vice-chanceler da UP, Cheryl de la Rey.

“Isso será uma importante alavanca na promoção da língua portuguesa como língua alternativa nos estudos secundários”, acrescentou o diplomata.

Com efeito, a criação de um curso em Estudos Portugueses, tutelado pela Faculdade de Humanísticas da Universidade de Pretória, permitirá não só formar docentes como também tradutores e intérpretes, realçou à Lusa o coordenador do ensino do Português na embaixada de Portugal em Pretória, Rui de Azevedo.

Em finais de abril o Camões conta assinar protocolo idêntico com a Universidade de Witwatersrand de Joanesburgo (conhecida por “Wits”). Neste caso, o acordo permitirá ali colocar um segundo leitor e a criação do mesmo curso “major” em Estudos Portugueses.

A Universidade do Cabo (University of Cape Town, ou UCT) é a terceira instituição académica sul-africana que conta já com um leitorado de Português sob os auspícios do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

O ensino do português “já está integrado e oficializado no ensino público e privado” de África do Sul, cabendo ao Camões “um apoio muito importante com 24 docentes na nossa rede destacados neste país”, salientou Rui de Azevedo.

Exemplo disso é o facto de, no ano passado, 158 alunos terem feito os exames do 12º ano em português como segunda língua alternativa, disse o responsável, mostrando-se otimista com o sucesso destes novos cursos.

“Temos um público-alvo bastante alargado para estes cursos agora a serem criados nas universidades”, concluiu o coordenador Rui de Azevedo.

 

 

One Comment

  1. Pingback: Universidade de Pretória adota a língua portuguesa |

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*