Telefonista da prisão de Coimbra suspeita de tráfico de droga na cadeia

Posted by

DROGA APREENDIDA PJ - CJM (20)

 

Uma telefonista do Estabelecimento Prisional de Coimbra (EPC) foi detida, na segunda-feira, por suspeita de tráfico de droga na cadeia onde trabalhava há cerca de 14 anos. A mulher, de 52 anos e residente em Coimbra, foi detida pelos inspetores da diretoria do Centro do PJ quando tentava levar “uma grande quantidade de estupefaciente e outras substâncias proibidas” para dentro do estabelecimento prisional”.

De acordo com fonte policial, a investigação foi iniciada há mais de um mês depois de a PJ ter sido alertada pelos serviços prisionais da EPC.

“Ao ter a informação de que a suspeita estaria na posse de estupefacientes”, a PJ resolveu intecetar a funcionária e, das diligências realizadas, foram apreendidas cerca de 3.200 doses de haxixe, 1.500 doses de heroína, 210 cápsulas de uma substância ainda não identificada, 5,270 quilos de uma substância química em pó também não identificada, “suspeitando-se de substâncias para desenvolvimento muscular”, duas pens drive usb e uma viatura. De acordo com a PJ, “tendo em conta o meio fechado onde seriam comercializadas, as substâncias estupefacientes apreendidas poderiam atingir um valor superior a 30 mil euros”.

Rute Melo

(Notícia completa na edição impressa)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.