Sanfil Medicina e Centro de Urologia de Coimbra realizam rastreio gratuito

Posted by

22 INCONTINENCIA URINARIADe 1 a 7 de abril irá decorrer a Semana da Incontinência Urinária. Para assinalar a data, a Sanfil Medicina e o Centro de Urologia de Coimbra irão realizar um rastreio gratuito de despiste da patologia.

A incontinência urinária define-se como a perda involuntária de urina. É uma situação muito frequente, que atinge ambos os sexos e pode ser causada por várias situações patológicas. Na maioria dos casos existe hoje um tratamento.

 

Ver versão completa na edição impressa

3 Comments

  1. rui silveira says:

    Tenho 69 anos fui submetido a uma cirugia prostatectomia radical há 6 anos desde então fiquei sempre com incontinencia na parte da manhã praticamente não me incomoda nada mas quando chega o meio da tarde sinto sempre a respetiva incontinencia algo que me incomoda bastante, será que á solução para o meu caso?

    • Essa situação requer um estudo cuidado para encontrar a causa do problema mas existem hoje soluções para resolver incontinências pós-prostatectomia radical, nomeadamente esfíncteres urinários.

  2. Senhor Rui Silveira
    Companheiro, penso que só o seu médico pode informar com segurança pois não sei se já fez fisioterapia perineal a que não se referiu. Se não fez, fale com o médico e não perca de forma nenhuma essa oportunidade, mesmo que a operação já tenha sido há seis anos como diz.
    Se fez a fisioterapia perineal, tudo me leva a pensar que provávelmente ao princípio ficou totalmente incontinente mas que já se amelhorou um pouco.
    Se pensarmos bem, não é tão pouco como isso mas sim uma grande melhora pois foi um grande caminho percorrico e quem lhe fala, vive a mesma situação e ronda de um ano a sua idade, só que há menos tempo e não devo cá andar mais três anos mas vou tudo fazer para enganar a doença.
    Nunca deixe de fazer a fisioterapia mas se começar a notar que os músculos perineais estão a ficar cansados pois parece que não tem um avanço nas melhoras, fale com o médico ou com o fisioterapeuta para a fazer uma só vez por dia na vez das duas e vá vendo se pode voltar ao ritmo anterior .
    Há no entanto outros produtos que lhe permitem saír também com absoluta segurança, se bem de acordo com o seu caso deva sempre escolher itinerários aonde possa utilizar casas de banho.
    Além das fraldas que penso que já não usa, há as potecções urinárias do mesmo tipo para os homens poderem saír à rua, que aí talvez lhes chamem pensos higiénicos para homens.
    Há um produto para quem perde muito pouco, o "Penile condom”, do tipo camisa mas que é muito mais do que isso: tem a camisa, um pequeno tubo de ligação e um frasco plástico pequeno e muito leve ou um pequeno saco, mais leve do que o saco que deve ter levado para casa no fim da operação.
    Ainda há um outro tipo de pinças para o pénis que aperta a uretra e de que não sei o nome em português, pois aqui chama-se "Penile clamp" (Pinça para o pénis). Muito eficaz, mesmo que se tenha que adaptar as dimensões. Não sai líquido nenhum, o que mesmo que se continue a utilizar um penso higiénico, é muito mais higiénico pois não se sente humidade nenhuma. Anda-se livremente.
    Penso que a pinça é mais prática pois ocupa menos volume, menos pêso e como disse uma pessoa anda sêca e uma pessoa só vai à casa de banho quando tiver vontade. Se fizer saídas que levem muito tempo, pode levar a pinça e o penso higiénico para homem na mesma. Assim se conduzir e estiver num engarrafamento e a pinça esteja a apertar demais, não podendo ir a uma casa de banho, é só abri-lo e a urina vai para o penso higiénico. Em condições normais, anda-se muito mais seco, é toda uma outra vida. Não quer dizer que em casa possa andar sem ele até para não comprimir os tecidos vinte e quatro horas sobre vinte e quatro.
    Se utiliza as novas tecnologias como me parece, não é difícil mas se não utiliza, um irmão, filho ou sobrinho, mesmo um amigo pode ir ao endereço web a seguir para vêr o que é e procurá-lo aí numa famácia ou fornecedores de produtos para hospitais, clínicas, etc:
    http://www.phimedical.fr/fr/divers/3001-clamp-de-

    Se lhe ficar muito apertado mesmo no mais largo, pode ir cortanto ligeiramente de um lado e outro por várias vezes até se sentir bem mas que possa continuar a comprimir desde o primeiro ponto. Ao cortar não deixe de acompanhar a voltinha que um lado tem. É aí que vai assentar a uretra.
    Adorei a sua abertura, pois por estes lados estamos habituados a falar abertamente nos assuntos de saúde. Um cancro é como todas as outras doenças e as pessoas vivem com elas, mesmo os cardíacos. Não desanime porque uma pessoa mesmo que tenha mais ou menos tempo de vida, não vamos esquecer que entretanto muitos que gozavam de "plena" saúde, infelizmente já partiram.
    Criar muitas actividades para o dia.
    Força e muita coragem.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*