Naval aciona pré-aviso de greve por incumprimento salarial

Posted by

naval 1 maio

A equipa profissional da Naval 1.º de Maio, da II Liga de futebol, mandatou hoje o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) para acionar o pré-aviso de greve devido a incumprimento salarial do clube.

Joaquim Evangelista, presidente do SJPF, confirmou à agência Lusa que a vontade dos jogadores foi respeitada, tendo hoje sido enviado o pré-aviso de greve ao Ministério da Economia e do Emprego, Secretaria de Estado do Desporto e Juventude, Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Federação Portuguesa de Futebol e SAD da Naval.

Assim foi decidida a paralisação total do trabalho no próximo jogo oficial a realizar pela referida instituição, respeitando os prazos previstos no artigo 534º do Código de Trabalho, ou seja, o plantel da Naval jogará este fim de semana (Oliveirense), mas não o fará frente ao Vitória de Guimarães B, cumprindo assim os cinco dias estipulados por lei.

Os jogadores do clube da Figueira da Foz têm três meses de salário em atraso (dezembro, janeiro e fevereiro) e, em plenário realizado na passada semana, exigiram o pagamento de um mês e meio até às 13 horas de hoje

Na passada terça-feira o clube informou os jogadores da impossibilidade de pagamento de um mês e meio, comprometendo-se no entanto a liquidar nessa data um mês de salário

Contudo, no dia seguinte, responsáveis da Naval SAD informaram os jogadores da impossibilidade de cumprirem o pagamento de um mês de salário.

Alguns jogadores do plantel já recorreram ao SJPF a pedir apoio nos casos mais graves e pediram à Liga de clubes para que seja acionado o Fundo de Garantia Salarial.

Entretanto, o Sindicato solicitou uma reunião para a próxima semana com FPF, LPFP e Naval para abordagem deste processo.

Texto Agência Lusa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.