Maria João e Mário Laginha abrem “Sagração da Primavera” em Coimbra

Posted by

 Irisdiscente

Irisdicente” é o mais recente trabalho de Maria João e Mário Laginha, uma das duplas extraordinárias da música portuguesa. E é com ele que abre, já esta quinta-feira, 21 de março, a nova temporada Quintas do Conservatório, dedicada  à “Sagração da Primavera”. Começa, assim, da melhor forma um ciclo de concertos que irá estender-se até ao final de maio, com um conjunto de propostas irrecusáveis.

De acordo com uma nota da A2C2 – Associação de Amigos do Conservatório de Música –, a entidade, sem fins lucrativos constituída em 2011, para promover e divulgar atividades culturais no Conservatório de Música de Coimbra e, em especial, no seu auditório, com este início da temporada de primavera, a intenção é manter a qualidade artística e de propostas já atingida, mantendo a confiança de um público alargado.

A primeira proposta – amanhã, às 21H30, no Auditório do Conservatório de Música de Coimbra – faz-se então com a presença desta dupla que, de facto, dispensa apresentações: Maria João, com a sua característica voz de timbre singular e imensa elasticidade, e Mário Laginha, o versátil intérprete e compositor de grande domínio técnico e criatividade, apresentam-se num concerto que os amantes da música não vão querer perder.

“Iridescente”, o álbum de final de 2012 que vão apresentar no concerto de abertura da nova temporada das |Q| Quintas do Conservatório, marcou o reencontro dos dois músicos e dá continuidade a uma história de mais de três décadas juntos.

Depois de “Chocolate” (2008), Maria João e Mário Laginha “aproveitaram” o convite da Fundação Calouste Gulbenkian para se apresentarem no Ciclo Músicas do Mundo e fizeram “o que mais gostam”: música. E, desta vez, ao conjunto de voz e piano, juntaram a harpa (Eduardo Raon), o acordeão (João Frade) e a percussão (Helge Norbakken).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*