Imagem da Rainha Santa Isabel exposta novamente à veneração dos fiéis

Foto Carlos Jorge Monteiro

Foto Carlos Jorge Monteiro

A Confraria da Rainha Santa Isabel de Coimbra recolocou em lugar visível a imagem da santa na igreja do mosteiro de Santa Clara-a-Nova, que tinha sido retirada em setembro para evitar a contaminação por insetos xilófagos.

António Rebelo, presidente da Confraria, disse hoje à agência Lusa que a imagem da santa se encontra novamente exposta à veneração do público, “resguardada, junto às grades do Coro Baixo, ao fundo da Igreja da Rainha Santa”.

“A imagem tinha sido retirada como medida cautelar, depois de termos detetado vestígios de corrosão provocada pelos insetos xilófagos na talha de todo o retábulo-mor, cujas obras de limpeza, desinfestação e restauro estão atrasadas”, explicou.

Segundo o presidente da Confraria Rainha Santa Isabel, a demora no início da intervenção deveu-se aos complexos procedimentos administrativos exigidos pelo facto de a Igreja estar classificada como monumento nacional e ao extremo cuidado e exigência que tiveram na seleção dos melhores orçamentos.

No entanto, adiantou o responsável, já foi selecionada a empresa que irá proceder à intervenção em todo o retábulo-mor da igreja, que se encontra contaminado com insetos xilófagos (térmitas).

De acordo com António Rebelo, a intervenção, que será superior a 60 mil euros, é totalmente financiada pela Confraria, embora tenha sido solicitado apoio à Câmara de Coimbra para comparticipar uma intervenção em toda a capela-mor da igreja.

A tribuna do altar-mor da igreja do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova alberga desde 1696 o túmulo com o cadáver incorrupto da rainha Santa Isabel, esposa do rei D. Dinis, que foi trasladado do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, reedificado em 1314 por ordem da padroeira de Coimbra.

 

Texto Agência Lusa

One Comment

  1. Adoro a Imagem da Santa Isabel……Coimbra e uma Cidade dos estudantes ……

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*