Greve dos enfermeiros contratados com adesão de 100 por cento no Hospital de Castelo Branco

Posted by

GO Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) anunciou hoje uma adesão total à greve dos enfermeiros no Hospital Amato Lusitano, de Castelo Branco, no segundo dia de uma paralisação que começou na terça-feira na Covilhã e Fundão.

Conceição Rodrigues, dirigente distrital do SEP, garantiu à Lusa que no hospital de Castelo Branco “houve salas do bloco operatório que não funcionaram”.

A greve foi convocada em protesto pela situação dos enfermeiros com contrato individual de trabalho que alegam estar a receber abaixo do valor da remuneração mínima no Serviço Nacional de Saúde, exigindo cerca de 1.200 euros para as 35 horas semanais ou 1.373 euros para as 40 horas semanais.

O SEP entregou hoje de manhã no hospital de Castelo Branco um abaixo-assinado em que pede a revisão desta situação, tendo reunido cerca de uma centena de assinaturas de enfermeiros da Unidade Local de Saúde (ULS).

Conceição Rodrigues garante ainda que foi pedido o agendamento de uma reunião com a administração da ULS, mas sem sucesso.

 

(Texto: Agência Lusa)

One Comment

  1. paula oliveira says:

    ainda vêm dizer na televisao que os enfermeiros recebem 1625 euros , deve ser fora de Portugal.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*