Diocese reage à polémica da Casa Cor-de-Rosa

Posted by

06 Mons._Leal_Pedrosa1[2]

Em resposta à decisão da maioria da Assembleia Geral da IPSS Casa Cor-de-Rosa, o vigário-geral da diocese, monsenhor Leal Pedrosa, disse ontem que “a seu tempo, vamos ver quem tem razão”.

O responsável religioso pronunciou-se ao DIÁRIO AS BEIRAS perante a intenção dos sócios da IPSS de desvincular a instituição da diocese: uma alegada atitude de retaliação, tomada no passado sábado, em resposta à decisão de 28 de janeiro do bispo Virgílio Antunes, que indeferiu o pedido de homologação dos novos órgãos sociais.

Nesse mesmo dia, o bispo nomeou o padre Luís Costa (presidente da Cáritas de Coimbra), que passou a acumular funções de direção da Casa-Cor-de-Rosa – Centro Sócio-Cultural de N. Srª de Lurdes.

Versão completa na edição impressa

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.