Coimbra anima protesto com músicas de José Afonso

Posted by

Mais de três mil pessoas estão hoje concentradas na Praça da República, em Coimbra, às 15H15, para participarem na manifestação “Que se lixe a ‘troika’”.

Uma centena de reformados, encabeçada por dirigentes da recém-criada associação APRe! (Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados), foi bastante aplaudida quando chegou ao local da concentração, pouco depois das 15H00.

Rosário Gama, professora reformada, é uma das dirigentes da Apre! que acompanha o protesto.

Na Praça da República, grupos de jovens universitários animam a iniciativa com diversas palavras de ordem sobre a situação social do país, incluindo os problemas no ensino superior.

Em uma das janelas da República da Praça, uma das repúblicas da cidade, estão colocados altifalantes que difundem as mais conhecidas músicas de José Afonso, incluindo “Grândola, Vila Morena” e “Os Vampiros”.

Numa das faixas que vão integrar o desfile, rumo à Baixa da cidade, pode ler-se: “Demite-te. Quantas bolsas [de estudo] estão no BPN? Universidade contra a austeridade”.

O movimento “Que se lixe a ‘troika’” convocou para hoje manifestações em mais de 40 cidades, em Portugal e no estrangeiro, para pedir o fim das políticas de austeridade.

Com o lema “Que se lixe a ‘troika’, o povo é quem mais ordena”, a manifestação de Lisboa, que conta com o apoio da CGTP, coincide com a presença da delegação da ‘troika’ (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), na capital, para fazer a sétima avaliação do memorando de entendimento.

A PSP já anunciou que o policiamento para as manifestações vai ser “o adequado e necessário”, para garantir a segurança.

As manifestações foram antecedidas por diversos protestos, junto de governantes, quase sempre ao som de “Grândola, Vila Morena”.

 

Autor: Agência Lusa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.