Carlos Silva e Lucinda Dâmaso eleitos em abril para a liderança da UGT

Posted by

06 SINDICATO DOS BANCARIOS LC 006

A UGT vai voltar a ser presidida por uma mulher a partir do próximo congresso, em abril, que deverá eleger a professora social-democrata, Lucinda Damaso, para o lugar, enquanto o atual presidente do Sindicato dos Bancários do Centro, Carlos Silva, assunira o cargo de secretário geral.

O ex-presidente da UGT e dos Trabalhadores Social Democratas (TSD), João Dias da Silva, disse à agência Lusa que Lucinda Dâmaso foi escolhida pelo secretariado nacional dos TSD, ainda no ano passado, para ser a candidata a presidente da UGT, a eleger no XII congresso da central, que se realiza em Lisboa nos dias 20 e 21 de abril.

Lucinda Dâmaso é dirigente do Sindicato dos Professores da Zona Norte (SPZN) e da Federação Nacional da Educação, estruturas presididas por João Dias da Silva, e integra o secretariado executivo dos TSD.

A UGT já foi presidida por uma mulher, Manuela Teixeira, ex-presidente da FNE que desempenhou as funções na central sindical antes de João Dias da Silva.

No congresso de abril deverá ser eleito como secretário-geral da UGT o socialista Carlos Silva para substituir João Proença.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.