Câmara, Académica e associações chegam a acordo sobre estádio

16 JORGE FERNANDES JUDO LC  (3)Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Académica e as associações distritais de judo e atletismo reuniram na manhã de ontem para colocar um ponto final na polémica gerada com a utilização repartida do Estádio Cidade de Coimbra (ECC). Recorde-se que, na passada semana, os atletas de judo e atletismo foram impedidos de entrar na estrutura pela direção estudantil, que alegou “má utilização do equipamento”.

A situação não era nova, mas repetiu-se, obrigando mesmo a uma reunião de emergência entre a autarquia (proprietária do ECC) e a Briosa (responsável pela gestão/exploração).

Ontem, o diferendo ficou finalmente resolvido, após o encontro entre Luís Providência (CMC), José Eduardo Simões (Académica), Jorge Fernandes, da Associação Distrital de Judo de Coimbra (ADJC), e Oliveira Gomes, da Associação Distrital de Atletismo de Coimbra. Segundo adiantou ao DIÁRIO AS BEIRAS o presidente da ADJC, a reunião foi proveitosa e resta agora redigir o novo regulamento de utilização da estrutura. “Com as associações está tudo resolvido”, assegura Fernandes, satisfeito com este desfecho, embora lamente as situações passadas – “Nunca deviam ter acontecido”, frisa.

 

Ver versão completa edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.