Viseu assinala 500 anos do foral manuelino

Posted by

Viseu

O município de Viseu vai assinalar os 500 anos da outorga do Foral de D. Manuel I à cidade com a realização de várias iniciativas ao longo deste ano.

A temática estará presente em diversos momentos da programação cultural do município, como o 6.º Festival de Música da Primavera, o Festival de Teatro Jovem e as Marchas dos Santos Populares.

Vai realizar-se também um ciclo de conferências, exposições, concertos e edições municipais, entre outras iniciativas.

A autarquia explica que “o foral ou carta de foral era um diploma, normalmente concedido pelo Rei, ou por um senhorio laico ou eclesiástico, a determinada terra” e que “estabelecia a forma como se administravam e mencionavam os tributos devidos ou privilégios concedidos aos moradores de determinada terra”.

Viseu teve quatro forais, o primeiro dos quais em 1123, concedido pela rainha D. Teresa. O último, o “novo foral de Viseu”, concedido por D. Manuel, é datado de 15 de dezembro de 1513.

O foral “contém nos quatro ângulos das duas faces exteriores oito esferas armilares de metal amarelo e no centro dois escudos, cada um com as armas reais – sete castelos e a coroa”, descreve a autarquia.

Escrito em letra gótica, é constituído por 20 folhas de pergaminho e “contém 15 títulos que abrem com letras trabalhadas, umas em vermelho, outras em azul, alternadamente”, acrescenta.

O Foral Manuelino de Viseu está à guarda da Biblioteca Municipal Dom Manuel da Silva, propriedade do município de Viseu.

3 Comments

  1. Parabéns á Cidade de Viseu que me viu nascer

  2. Parabéns á minha Cidade de Viseu que me viu nascer; ao Jardim Thomaz Ribeiro que me viu andar; á Igreja dos Terceiros que me viu rezar; ao Liceu que me viu aprender e crescer; aos campos de futebol que me viram jogar; ao Café Rossio que me viu jogar bilhar; á estátua do D.Duarte que me ouviu cantar; ao Parque que me viu namorar; á Sé que me viu olhar; ás Tascas que me viram beber; á Feira que me viu feirar; ao Baile dos Bombeiros que me viu dançar; ao Rio Pavia onde nunca consegui nadar; ás ruas Formosa, Direita e outras que me viram vaguear; ao Hospital que nunca me viu lá entrar; ao Parque que me viu namorar e beijar; ao Rossio que me viu passar; á Estação que me viu ir e regressar; ao Cemitério onde um dia vou descançar…por cada canto, por cada pedra da esquina uma memória e uma saudade minha Cidade…tive que te abandonar, não porque não te amasse, mas porque tu me amavas demais, porque me prendias demas e não me deixavas crescer…um dia faremos as pazes!

  3. PARABENS Á CIDADE DE VISEU PELOS QUINHENTOS ANOS DO FORAL MANUELINO……….SÓ É PENA QUE VISEU SEJA MESMO SÓ O ROSSIO …..POVOLIDE FREGUESIA DO CONCELHO DE VISEU COMEMORA TAMBEM OS QUINHENTOS ANOS DO FORAL MANUELINO..ATÉ UM POUCO MAIS ANTIGO QUE O DA CIDADE 17 DE ABRIL..DE 1513..MAS SOBRE ELE NEM SÓ UMA INICIATIVA…MAS ISSO TEM SIDO NORMAL ….EM TODOS ESTES ANOS..

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*