Termalismo é uma marca forte do turismo de Dão Lafões

Posted by

 

 19112011 CARLOS MARTA CANDIDATO A LIDERANCA DA FEDERACAO PORTUGU

A Entidade Regional Turismo Centro de Portugal aposta este ano na presença das comunidades intermunicipais (CIM) na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). Que oportunidades pretende a CIM Dão Lafões potenciar com esta participação na BTL?

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Dão Lafões já participou em edições anteriores da Bolsa de Turismo de Lisboa, numa relação de grande cooperação com a Turismo do Centro. Naturalmente com a participação na feira internacional de turismo pretendemos potenciar a promoção da nossa região do ponto de vista nacional e internacional.

O que diferencia, no setor do turismo, a CIM Dão Lafões de outras regiões do Centro de Portugal?

O setor do turismo na área da Comunidade Intermunicipal Dão Lafões tem uma marca muito forte que é o termalismo e, portanto, o bem-estar e a saúde.

O que destaca da oferta da região em termos turísticos, seja na área patrimonial, no turismo de natureza ou na gastronomia?

Na região o património é vasto, rico e monumental. A zona histórica de Viseu é um bom exemplo a referenciar, assim como os museus de arte e automóvel no Caramulo. No turismo de natureza são de destacar as diversas praias fluviais, a Ecopista do Dão e as serras do Caramulo e Montemuro. A gastronomia da área da Comunidade Intermunicipal Dão Lafões é também muito rica e são disso exemplo o cabrito, a chanfana, a vitela de Lafões, os doces (pastéis de Vouzela) e o queijo, entre muitos outros pratos regionais.

O enoturismo é uma das apostas na promoção da marca Dão Lafões?

É sem dúvida uma aposta que queremos cada vez mais valorizar. A realização do “Prove Dão Lafões”, no ano passado em Viseu, foi um grande sucesso, que permitiu a promoção e valorização dos nossos bons produtos locais.

Dora Loureiro
Ver notícia completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*